terça-feira, 23 de março de 2010

besouro-de-maio


A felicidade é tão breve que deve ser prima das caixinhas de bis
que só pode ser feita de primeiros amores e últimos suspiros; a felicidade
tão breve que só de existir já se extingue, e só de avisar que vem já passou
que deve constar na lista dos animais de vida mais curta: aleluias
abelhas, besouros-de-maio
A felicidade, de tão breve, foi respirar e estourou. É provável que esteja espalhada
em muitas coisas pequenas e tímidas. não em frases douradas nem em discursos de casamento
mas em uma primeira letra de nome escrita na casca da árvore
prima-irmã de bala de menta, amiga íntima dos fogos de artifício
é como o caroço que a gente pensa que é semente
mas que de repente, estoura
e vira borboleta.
A felicidade é tão breve que nem deveria existir.
Mas existe.

9 comentários:

  1. Ou talvez só exista por ser breve. Ou nem exista.

    ResponderExcluir
  2. Só pq é breve não deveria existir? Mas quem sabe o sentido de tudo, os fins propriamente ditos não se resumam a essas "brevidades"? Ainda bem que ela existe, mesmo que dure só uma espiadela no paraíso.

    ResponderExcluir
  3. Me lembrou um clip do Glodfrapp? Sim, me lembrou um clipe do Goldfrapp.

    ResponderExcluir
  4. Zé, vc me deprime mas eu gosto de vc.

    Vc me deprime mais eu gosto de vc.

    Tudo o que eu queria era saber porque.

    Vc me deprime mas eu gosto de vc.

    ResponderExcluir
  5. Zé, vc me deprime mas eu gosto de vc.

    Vc me deprime mais eu gosto de vc.

    Tudo o que eu queria era saber porque.

    Vc me deprime mas eu gosto de vc.

    ResponderExcluir
  6. Diógenes Persival24 de março de 2010 13:37

    Ficou massa, seu usuáriozinho de lsd.

    ResponderExcluir
  7. Citanto Os Menudos: "Não se deprima! Não se deprima! Não se deprimaaa!".

    ResponderExcluir
  8. Muito bom!

    Ainda bem que ela existe! E que podemos encontrá-la em diversos lugares!

    Hahahaha: "A felicidade, de tão breve, foi respirar e estourou."

    ResponderExcluir

pode falar, eu não estou ouvindo